Educaderia ​© 2019 - Todos os direitos reservados

Pedagogia Criativa

Objetos vistos como "vilões"​ em sala de aula, inimigos ou aliados do professor?

 

Alguns objetos e recursos utilizados por estudantes em sala de aula, de maneira "clandestina", são o verdadeiro terror para alguns professores. Celular, fone de ouvido, cartinhas e até o clássico cubo mágico que, volta e meia, aparece como se fosse uma novidade entre a garotada, são materiais que distraem os estudantes e, muitas vezes, atrapalham a concentração que o professor requer dos alunos naquelas aulas expositivas que, convenhamos, quase sempre são insuportavelmente entediantes.

 

A reação mais comum em escolas é a sua proibição em sala de aula e a punição dos alunos que os utilizam, assim como no caso dos gibis em décadas passadas. Dá pra acreditar? Os gibis já foram os verdadeiros vilões em salas de aula, chegando a ser censurados e "sequestrados" de seus pequenos leitores.

 

Claro, que não podemos autorizar o uso sem restrições desses objetos, seja na escola ou em casa, e deveríamos incentivar que as crianças e adolescentes façam outras centenas de atividades esportivas, artísticas e culturais, que explorem outras habilidades e potencialidades. Mas porque não começar a ver esses recursos como aliados e parar de vê-los como inimigos?

 

Nós da Educaderia sempre buscamos enxergar nesses materiais mega atrativos uma conexão com estratégias para o ensino e aprendizagem. O jogo já tem sido muito utilizado na educação e promove aprendizagens e competências riquíssimas em projetos multidisciplinares, por exemplo.

 

A música é um gênero textual, expressivo e artístico excelente para trabalhar em matérias de humanidades, idiomas, história e sociologia, além de ser um recurso que, para muitos, ajuda na concentração. Trabalhar com cartinhas então... Isso é maravilhoso nos estudos de matemática!

 

Enfim, há excelentes recursos disponíveis para conectar às estratégias de ensino. Basta ter um olhar atento e um bom planejamento para que seu uso seja um sucesso. Quer saber mais sobre as possibilidades de uso desses e outros recursos? Entre em contato conosco!

 

Please reload

Notícias

January 26, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquise por tags